18 de março de 2011

Acontece que nasci com a fé no bolso e a alma limpa. E é nos caminhos tortos que me encontro, nas palavras duras que me ajeito, me conserto e vou. Sigo e não paro nunca. Destino: felicidade. Sim, sou uma otimista de carteirinha. E é por isso que trago sempre comigo um tanto de leveza, brilho nos olhos e esse sorriso largo... e desde já aviso: Vou chegar lá....